Praxilla, poetisa, compositora (e diva pop!) da Grécia Antiga

 

 

Praxilla de Sícion foi uma poetisa, compositora e musicista de grande sucesso na Grécia do século V a.C. Compôs hinos aos deuses e odes dionisíacas apresentadas em festivais, porém, seu grande sucesso se deu por conta das músicas que compôs para serem apresentadas em festas e banquetes regados a muito vinho!

Apenas oito fragmentos de sua obra chegaram até nós, através de citações de comentadores e críticos. O sofista grego Zenóbio, que viveu no século II d.C., nos fala sobre a expressão “mais tolo que um verso de Praxilla” surgida por conta de um poema de Praxilla em honra ao deus Adônis em que ela usa uma expressão de duplo sentido ao comparar o sol, a lua e os astros a pepinos, peras e maçãs.  

Atribui-se a Praxilla a criação de um metro próprio, o praxilleion.

Especula-se se Praxilla teria sido uma hetaira, um tipo de prostituta sofisticada, por conta de sua participação nos banquetes, vetados às mulheres ditas “respeitáveis”. Porém, tudo o que se sabe ao certo é que Praxilla era uma musicista profissional, uma artista que alcançou não apenas o sucesso em seu tempo, mas a imortalidade.

Isso é que é uma diva pop! rsrsrs

Para saber mais sobre Praxilla, recomendo o seu verbete na wikipedia e no Project Continua (ambos em inglês).

 

Anúncios