Oitava Pítica, de Píndaro (trecho)

Píndaro, Oitava Pítica, vv 95-97.

ἐπάμεροι: τί δέ τις; τί δ᾽ οὔ τις; σκιᾶς ὄναρ
ἄνθρωπος. ἀλλ᾽ ὅταν αἴγλα διόσδοτος ἔλθῃ,
λαμπρὸν φέγγος ἔπεστιν ἀνδρῶν καὶ μείλιχος αἰών.

“Efêmeros! O que é alguém? O que não é alguém? O sonho de uma sombra,

isso é o homem! Mas quando o brilho do Sol dado por Zeus chega,

um esplendor radiante surge, ele torna-se forte e melodiosamente eterno.”

Tradução transcriativa por Beatris Ribeiro Gratti

Pitagóricos celebrando o surgimento do Sol, Fyodor Bronnikov, 1869.

 

 

 

Anúncios